Buraquinho, Lauro de Freita-Ba

My Image

9AM - 17PM
Seg - Sex

My Image
My Image

Contato@ninobarreto.com.br
+55 71 9 8790-2010

My Image

Quem Sou !

Categorias

My Image

Eu ...

Analista de Sistema
Web Designer/Developer
Gestor imobiliário
Internet Marketing

Internet Marketing Para o Mercado Imobiliário Parte 5

30/05/2017 23:17:15

adm


My Image

Modulo 04



  • Tópicos de Conteúdo do Empreendimento.

Essa etapa é sem dúvida uma parte muito delicada, porém se você já tem seu Cliente bem definido, será fácil.
Tente montar a estrutura baseada nas principais objeções do seu cliente e depois dentro de cada item ficará mais fácil elaborar o conteúdo.
As objeções nos tópicos são importantes pois as estratégias de vendas é para resolver "problemas" e criar tópicos baseados nisso fica muito claro para seus clientes onde ele deve ir e o que fazer.
Se você não tem a visão muito clara dessas objeções ou quem é seu cliente, volte para o Modulo de definição do Cliente e refaça essa parte pois são os principais pilares da sua estratégia e criar uma estratégia sem saber quem são e de que forma ele quer resolver o problema, você terá muitas dificuldades.

  • Criar o Conteúdo Baseado nos Tópicos

Dependendo do tipo de conteúdo que você for apresentar (e-book, vídeo aula, áudio e etc) o ideal é que você organize o conteúdo para facilitar o entendimento dos clientes.

Por exemplo, digamos que você irá criar apresentar em vídeo, faça um roteiro do que irá apresentar e grave seguindo esse roteiro, ficara melhor o entendimento do empreendimento. Não se preocupe se você é uma autoridade ou não em gravar vídeo, o importante é passar a mensagem e de forma organizada.
Hoje existem várias ferramentas no mercado que podem lhe ajudar. Nada que um bom celular não resolva.
Um exemplo de roteiro:
Obs: Não esqueça que o entorno do empreendimento é parte da venda.

Roteiro 1
- Bairro
- Avenidas
- Supermercado....
Roteiro 2
- Fachada do Empreendimento
- Acessos....
Roteiro 3
- Área social
- Elevadores
Etc.....
E assim por diante, claro que você pode ter mais itens em cada roteiro, dessa forma os vídeos ficam leves e os clientes não iram reclamar que não estão abrindo.
  • Página de vendas

A página de vendas é um dos pontos importantíssimos no Internet marketing.
É nesta página que faremos que o futuro cliente tome a decisão de adquirir nosso Empreendimento ou serviço.
Para ter uma boa página de vendas, algumas características a credenciam para gerar mais conversões do empreendimento:
Um bom vídeo de vendas;
Escassez Real,
Garantia,
Depoimentos.
Outras dicas importantes para uma boa página de vendas, é em relação a usabilidade.
Tente colocar o botão de comprar antes da dobra da página.
A página tem de ser leve, sem demora de carregar.
Existem muitos outros pontos, mas estes são os mais básicos.
Você pode também usar ferramentas que te auxiliam na criação de vídeo de vendas.
  • Vídeo de Vendas

O vídeo de vendas que faz parte do seu funil de vendas, é algo extremamente importante.
Os vídeos quase sempre convertem mais, os maiores Empreendimento (quantidade de vendas e resultados) usam vídeo em seu funil.
Em vários casos usam só o vídeo e o botão de comprar, que geralmente aparece X minutos depois de carregar a página ou no tempo chave após no vídeo falar em vendas.
Muitas pessoas acreditam que para gravar vídeos é necessário ter um estúdio completo e etc.
É claro que num estúdio a qualidade é muito melhor, mas com celular você já consegue gravar
Vídeos para usar em seu projeto, tendo o mesmo efeito que um vídeo gravado no estúdio.
A questão é: use vídeos em seu funil, certamente você terá muito mais conversões.
  • Auto Responder Relacionamento Com a Lista

Relacionamento com a lista muitas vezes irá depender como você os trata. Nesse momento a escolha da ferramenta de e-mail marketing selecionada por você já vem com um Auto Responder, é uma estratégia atrelada ao e-mail marketing.
Todas as ferramentas que apresentamos no item de geração de lista possibilitam além de enviar um único e-mail para milhares de pessoas, é possível também programar e-mails sequenciados.
Por exemplo: Se uma pessoa cadastrou um e-mail hoje em sua página de captura, você poderá programar um e-mail para ser enviado no dia seguinte, depois de dois dias mandar outro, depois de mais dois dias mandar outro e assim por diante.
Essa estratégia é vencedora pois vale ressaltar que a venda não ocorre somente no primeiro momento. Você pode traçar uma estratégia para nutrir seu cliente (lead) e só quando o seu futuro cliente já estiver com todas as informações a respeito do seu Empreendimento, com todas as objeções sanadas, você pode então programar um e-mail para realizar uma venda. Nesse momento já haverá confiança o bastante para que seu futuro cliente assinar o contrato de compra.
Como pode ser o seu auto responder?
Bem, vamos agora passar uma ideia de como poderíamos trabalhar com um Auto responder.
Já sei o perfil do meu cliente, seu o gosto, a sua necessidade, o que ele está esperando é uma oferta tentadora. Vamos preparar uma sequência de e-mails para lhe apresentar uma oferta tentador:
Exemplo:
Obs: É importante analisar a periodicidade dos envios dos e-mails. Se de 2 em 2 dias ou a cada 5 dias.... Tudo isso irá depender da oferta que você esteja trabalhando. Se for um lançamento isso tem um período, se for um imóvel usado tem um período, se for em uma fase de vacas magras, tem um outro período. E por ai vai.
Essa sequência pode ser aplicada a um empreendimento que será lançado ou uma super oferta de um usado.
1) No primeiro e-mail, se você não conhece o cliente, se apresente e você agradece ao cliente por se inscrito na sua lista e conforme prometido você entrega a Isca do Empreendimento (ímã). Diz para o cliente que em breve enviará outro e-mail com algumas dicas (fale um pouco do que irá compartilhar, mas só um pouco).
2). No segundo e-mail, com base no período da ação, você envia o e-mail prometido com as dicas. No final você informa que irá compartilhar, mais conteúdo de valor que irá ajudar a pessoa a dar mais um passo na hora de resolver o problema dela.
3) No terceiro e-mail, com base no período da ação, você dá mas uma dica e avisa que existe uma solução mais completa, um material que poderá ajudá-la a sanar o problema vivido pelo cliente. Não informe que irá vender algo, apenas deixe a curiosidade ser despertada no futuro cliente.
4) No quarto e-mail, você então descreve um pouco da solução e encaminha ao cliente para a página de vendas. Um e-mail bem curto e direto. No final você agradece e diz que está esperando o cliente do outro lado.
Este é apenas um exemplo de como pode ser uma sequência de e-mails. Você pode fazer testes e descobrir qual a quantidade é mais eficiente e qual estratégia dá mais resultado.